Notícia

COOLIMPA aguarda que Prefeitura cumpra mais um item da Política Nacional de Resíduos Sólidos

foto-coolimpa

Foto: Tacila Mendes / Ascom INI

Em reunião realizada no Instituto Nossa Ilhéus (INI) nesta semana, o presidente da Associação de Moradores do Hernani Sá, Odailson Aranha; o colaborador da Pangea, Hiata Chaves; a presidente da Cooperativa de Catadores de Resíduos Sólidos Recicláveis – Consciência limpa  (COOLIMPA), Deizemeire Santos; e a presidente do INI, Maria do Socorro Mendonça, integrante do GT de Resíduos Sólidos, elaboraram ofícios (01 e 02) para o secretário Municipal de Administração, Ricardo Machado. No documento, é solicitado que sejam implementados os termos do convênio firmado entre a Prefeitura e a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia – CONDER, a fim de que a coleta seletiva passe a ser uma realidade em Ilhéus.

 
A cooperativa aguarda a cessão de uso do caminhão com motorista, manutenção e abastecimento para realização da coleta. Além disso, aguarda que as máquinas – prensa hidráulica vertical, balança eletrônica e carro para movimentação de fardos -, doadas pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) em 14/08/2012, e desde então sob a guarda e responsabilidade da Prefeitura, sejam repassadas para o próximo governo continuar a guarda, além de zela pelo bom estado das mesmas, já que são equipamentos fundamentais para a atividade da COOLIMPA, quando tiver construído o galpão de triagem.
Com a Lei de Resíduos Sólidos, elaborada com participação da sociedade civil e aprovada por unanimidade na Câmara de Vereadores de Ilhéus, do dia 14 de junho deste ano – uma peça importante para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, que busca atender às normas da Política Nacional e Estadual de Resíduos Sólidos -, a COOLIMPA, formada com apoio do Ministério Público/Promotoria de Meio Ambiente, é a primeira organização estabelecida em Ilhéus que busca qualificar o trabalho realizado pelos catadores de resíduos sólidos na cidade.
A entidade é única composta por membros oriundos do lixão do Itariri, o que justifica investimentos públicos para a inserção desses trabalhadores, como área, construção de galpão para triagem, contratação sem licitação para a coleta seletiva, além de atenção com a inserção dos mesmos em programas de governo.
Em novembro, foi assinado o Termo de Permissão de Uso de uma área para a construção da sede da cooperativa e galpão de triagem, à margem da Rodovia Pontal/Buerarema. Com 5.183,80 metros quadrados, a área foi declarada de utilidade pública em 2014, por meio do Decreto 061/2014. Será destinada ao armazenamento, triagem e comercialização da coleta seletiva de resíduos sólidos. Os diretores da entidade já tomaram posse do terreno e realizam atividades que visam captar recursos para a construção e manutenção do galpão de serviços.
Com o caminhão e os equipamentos solicitados à Prefeitura, será possível realizar a coleta seletiva nos dias úteis, em todo o município. “A minha expectativa é que o próximo governo contrate, como vem sendo feito em muitos municípios do Brasil, inclusive na Bahia, a COOLIMPA para fazer a coleta seletiva em Ilhéus”, diz a presidente da entidade, Deizemeire Santos.
Instituto Nossa Ilhéus – O INI foi fundado em 09 de março de 2012, e é uma iniciativa da sociedade civil organizada, apartidária com o título de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Busca a aproximação da sociedade civil e do poder público em suas ações, tendo como eixos de atuação a Educação para Cidadania, o Monitoramento Social e o Impacto em Políticas Públicas. Está aberto a todos que desejam engajar-se em suas atividades. Localiza-se na Rua Eustáquio Bastos, nº 126, 8º andar do Edifício Kauffman, no Centro, em Ilhéus. Acesse o site www.nossailheus.org.br e a fanpage facebook.com/InstitutoNossaIlheus

Leave a Reply