Notícia

Candidatos do litoral sul se comprometem com o desenvolvimento sustentável de seus municípios

Encontro Territorio Litoral Sul Mais Sustentavel..

Buscando juntar-se aos mais de 300 municípios brasileiros que já aderiram ao Programa Cidades Sustentáveis (PCS), 39 candidatos ao legislativo e ao executivo de seis cidades do território Litoral Sul da Bahia assinaram ontem (05) a carta compromisso com o programa, durante o Encontro Território Litoral Sul MAIS Sustentável, que aconteceu na Universidade Estadual de Santa Cruz. O objetivo do evento – realizado pelo Instituto Nossa Ilhéus, UESC e Sebrae – foi oficializar o compromisso com a gestão por meio de metas e indicadores, que permite avançar no desenvolvimento local de forma sustentável.

CONFIRA O GUIA GESTÃO PÚBLICA SUSTENTÁVEL

Além de conhecerem o programa, os candidatos ao executivo receberam, em primeira mão, 61 indicadores sociais e, em breve, ganharão o selo Cidades Sustentáveis, que serão utilizados em suas campanhas.  O candidato que deseje assinar a carta pode entrar em contato com o Instituto Nossa Ilhéus pelo telefone (73) 3017-1746.

Um dos maiores empreendedores sociais do Brasil, o coordenador nacional do Programa, Oded Grajew, apresentou a iniciativa aos candidatos e destacou a importância de seguir uma gestão municipal alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas. “Mudar o modelo de desenvolvimento é uma questão política, ou seja, de escolhas. Os candidatos que se comprometeram a aderir ao Programa terão a oportunidade de, quando eleitos, se tornarem referências mundiais em sustentabilidade, uma vez que a ONU vai dar essa visibilidade a todas as gestões que contribuírem com a realização, em âmbito municipal, desses objetivos. E isso se dará com o pleno conhecimento dos indicadores do seus municípios, a fim de adotar metas exequíveis para a solução de problemas”, afirmou.equipe

Para inspirar os futuros gestores e legisladores municipais a utilizarem seus próprios indicadores como referências para planejamento e execução de políticas públicas, o evento promoveu, ainda, um momento de partilha de experiências. A prefeita de Abaetetuba (PA), Francinete Carvalho, destacou o exemplo do portal da transparência do município, a paridade entre mulheres e homens à frente das secretarias e como atuou para diminuir a mortalidade infantil no município. Já o secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de

Campinas (SP), Rogério Menezes, afirmou que os avanços conquistados nos últimos anos, inclusive o de ser a décima cidade em movimentação econômica do país, têm relação direta com a gestão baseada em indicadores e metas do PCS, além de destacar. Para isso, segundo ele, as secretarias atuam sempre de forma integrada, buscando potencializar o trabalho de todas mutuamente.

Mais ganhos para o desenvolvimento sustentável do litoral sul da Bahia

Durante o Encontro, o Instituto Nossa Ilhéus, a Universidade Estadual de Santa Cruz e o Programa Cidades Sustentáveis assinaram termos de cooperação técnica referentes à implementação de um observatório de governança do setor público, de cursos sobre gestão pública e de capacitação de levantamento de indicadores e atualização da plataforma do Programa nos municípios.

O Sebrae também anunciou boas novas. Durante a apresentação sobre Política Pública de Desenvolvimento de Micro e Pequena Empresa, o diretor superintendente do SEBRAE-Bahia, Adhvan Furtado, mostrou em números a necessidade dos candidatos prestarem especial atenção ao incentivo aos pequenos negócios em seus municípios. Eles são responsáveis por 95% dos negócios do Brasil, por 27% do PIB e por 52% dos empregos formais no país. “Entendemos que uma política voltada para as micro e pequena empresas é o caminho para o desenvolvimento sustentável das cidades e os números confirmam que há muito mais resultados se investirmos nelas. Além disso, a Lei Geral permite a utilização do poder de compra do setor público para desenvolver as economias locais”, pontuou. O Sebrae também apontou o interesse em investir na implementação do programa de inovação para pequenos negócios nos municípios signatários da carta compromisso com o PCS.

O evento foi aberto ao público e contou também com a presença da reitora da UESC, Adélia Pinheiro e da assessora do programa, Clara Meyer. O Encontro Território Litoral Sul MAIS Sustentável teve apoio do Instituto Arapyaú, da Amurc e do Instituto Nossa Uruçuca. O Programa Cidades Sustentáveis é uma iniciativa da sociedade civil organizada e apartidária, realizado pela Rede Nossa São Paulo, do Instituto Ethos e da Rede Brasileira por Cidades justas, Democráticas e Sustentáveis.

 

Confira as listas para saber quem assinou a carta compromisso. Clique nas imagens para ampliar.

 

card-prefeitos-pcs-16-setembro cards-vereadore-pcs-16-setembro

Fotos: Tainan Piantavinha

 

 

1 Response

Leave a Reply