Notícia

Ashoka seleciona Socorro Mendonça como empreendedora social

Socorro Mendonça Fellow Ashoka

Nossa Cidade – Instituto Nossa Ilhéus – agora faz parte da Ashoka Empreendedores Sociais. Maria do Socorro Mendonça, nossa Diretora Presidente, foi selecionada como Fellow da Ashoka. A Ashoka é uma organização internacional pioneira no campo do empreendedorismo social, uma rede fantástica de pessoas que estão promovendo transformações sociais de grande relevância em todo o mundo.

“Para mim, o valor é da coroação do reconhecimento que o trabalho desenvolvido pelo INI é transformador para trazer justiça e paz ao mundo.” Socorro Mendonça, Diretora Presidente do Instituto Nossa Ilhéus e fellow da Ashoka Empreendedores Sociais.

A Ashoka identifica pessoas cujos sonhos são transformadores de realidade e ajuda essas pessoas, integrando-as a uma rede mundial de fellows. No mundo são aproximadamente 3000 empreendedores sociais Ashoka, 370 deles no Brasil. Estão na rede da Ashoka empreendedores sociais como o Prêmio Nobel da Paz, Muhammad Yunus, além de grandes parceiros do INI, como Ruy Rocha do Instituto Floresta Viva.

O processo seletivo para novos fellows é rigoroso. No caso de Socorro, durou cerca de 15 meses. Depois de ser indicada por outros fellows da Ashoka, Socorro passou por uma entrevista por telefone com duração de 2 horas, entrevista de primeira opinião por staff da Ashoka Brasil, pessoalmente em Ilhéus, com duração de 7 horas, submissão de pré-projeto, projeto detalhado, entrevista de segunda opinião por staff da Ashoka internacional, com duração de 2 horas, painel com três Fellows Ashoka do Brasil, cada uma durou uma hora. Depois desse longo processo, toda a documentação e pareceres das entrevistas são encaminhados para a Ashoka Global, que finalmente aprovou Socorro Mendonça como fellow da Ashoka.

Empreendedorismo Social

logo Ashoka Empreendedores SociaisCriada em 1980 pelo norte-americano Bill Drayton, a Ashoka cunhou o termo Empreendedor Social – pessoas com ideias criativas e inovadoras capazes de provocar transformações com amplo impacto social. Seus primeiros focos de atuação foram Índia e Brasil e hoje está presente em mais de 85 países. Todos os Empreendedores Sociais da Ashoka são eleitos por um rigoroso processo de busca e seleção com etapas nacionais e internacionais. Estes empreendedores sociais são líderes no campo em que atuam e estão influenciando políticas públicas a fim de realizar mudanças sistêmicas.

O Empreendedor Social aponta tendências e traz soluções inovadoras para problemas sociais e ambientais, seja por enxergar um problema que ainda não é reconhecido pela sociedade e/ou por vê-lo por meio de uma perspectiva diferenciada. Por meio da sua atuação, ele (a) acelera o processo de mudanças e inspira outros atores a se engajarem em torno de uma causa comum. Os Fellows são empreendedores sociais reconhecidos pela Ashoka por terem soluções inovadoras para os principais problemas sociais que enfrentamos, com verdadeiro potencial para mudar padrões na sociedade. Eles demonstram grande comprometimento com suas causas e seus projetos, provando que empatia, criatividade e colaboração são poderosas ferramentas para promover transformações sustentáveis e sistêmicas.

Ao se tornarem Fellows Ashoka, os empreendedores sociais integram uma rede mundial de intercâmbio de informações, colaboração e disseminação de iniciativas inovadoras, composta hoje por mais de 3.000 empreendedores. No Brasil, já foram eleitos mais de 370 empreendedores sociais de todas as regiões do país. Graças ao rigoroso e qualificado processo de seleção voltado para a busca permanente por inovação, ao apoio dado aos empreendedores sociais nos diferentes estágios de desenvolvimento de suas ideias e ao investimento realizado em pessoas, e não em projetos, a Ashoka se faz uma organização única, diferenciada no contexto do setor social no Brasil e no mundo.

De acordo com um recente estudo publicado pelo The Global Journal, a Ashoka está entre as 20 ONGs mais influentes do mundo. Em 2006 e 2014, Muhammad Yunus e Kailash Satyarthi, Empreendedores Sociais Ashoka, receberam o Prêmio Nobel da Paz por suas consistentes e reconhecidas ações transformadoras a fim de resolver os problemas existentes no mundo. Em 2015, Bill Drayton, fundador e CEO da Ashoka, foi eleito um dos 100 líderes visionários pela Real Leaders.

logo  Ashoka Brasil

Com mais de três décadas de experiência em análise de tendências sociais, a Ashoka tem a visão de um mundo onde “Todos Podemos Ser Agentes de Transformação – Everyone A Changemaker”, em consonância com uma sociedade que responde rapidamente e de maneira eficaz aos desafios sociais propondo soluções e alcançando mudanças positivas. Dessa forma, a Ashoka identificou um conjunto de habilidades transformadoras que acredita serem necessárias para que as pessoas se tornem agentes de transformação ou “changemakers”: empatia, trabalho entre equipes, liderança compartilhada e ação transformadora. A Ashoka está apoiando o desenvolvimento dessas habilidades tanto nas escolas quanto com o setor privado e os empreendedores sociais para que todas as pessoas sejam agentes de transformação.

Homenagens a Socorro Mendonça

A reação à notícia de que Socorro Mendonça havia sido selecionada como Fellow Ashoka foi recebida com muita alegria pela equipe do Instituto Nossa Ilhéus, os associados, conselheiros, apoiadores e parceiros. Confira alguns dos depoimentos:

“Guerreira, determinada, uma líder nata. Uma mulher que inspira, transpira, acredita, ama e promove cidadania.” Tainan Piantavinha, ex-estagiária de Comunicação do INI.

“Apesar de todas as dificuldades que enfrenta e pelos obstáculos que surgem nessa caminhada, ela não desiste, permanecendo sempre resiliente no objetivo de uma cidade melhor para todos.
Sua história de vida é extremamente inspiradora e desperta nos outros a vontade de fazer do mundo um lugar melhor, onde respeito pela natureza e cidadania façam parte da realidade de todos.” Gleice Santana, Assistente Administrativo-Financeira do INI.

“Trabalhar com você é uma inspiração, uma luz de farol que guia o Sul da Bahia em direção a uma realidade sustentável!” Gabriel Siqueira, Gerente de Comunicação do INI.

“Parabéns! As asas continuam crescendo e vôos mais altos virão.” Cid Édson Póvoas, Conselheiro Fiscal do INI.

“Estou orgulhosa da gente do INI por temos você como presidente.” Nárjara Sena Gomes, Conselheira Deliberativa do INI.

“Querida Socorro, aqui vai o aplauso e os parabéns de um associado e seguidor do INI na Alemanha.” Gunter Kipfmuller, Associado do INI

“Você é a representante da alma do Sul da Bahia, a representante dos movimentos locais e globais por um mundo sustentável, é o coração – e voz – do povo!” Colleen M. Scanlan Lyons, Conselheira Deliberativa do INI.

“Agradecer por ter tido a paciência de me ensinar o significado das palavras ‘parceria’ e ‘companheiro’; por cotidianamente nos ensinar o significado da palavra ‘humildade’. E, claro, nos mostrar o que é trabalhar sob imensa pressão com um enorme sorriso!” Alexandre Prado, Gerente do Instituto Arapyaú.

“Tenho profunda admiração pelo seu trabalho.” Mario Mantovani, Diretor do SOS Mata Atlântica.

“O coração de Maria bate.
Nasceu Maria do São Jorge dos Ilhéus.
Filha de pai pescador e da dona da Casa.
Da casa de Maria.
Maria que olha, observa, apreende e sente.
Sente que pode ser diferente.
Sente que todos podem ser gente.
Maria vira esportista.
Maria torna-se mãe.
Maria desafia o mundo.
Maria se contrapõe.
Maria que diz não.
Não a desigualdade, não ao desrespeito.
Maria bate no peito.
Maria defende o cidadão.
Maria vai para a Câmera dos Vereadores
pedir e dar satisfação.
Ah! Maria que luta e briga
por São Jorge dos Ilhéus
Elá é toda coração!
Vai Maria!
Leva a tocha!
E representa o Cidadão!”

Eulina Menezes Lavigne, Diretora Administrativo-Financeira do INI.

3 Responses

  1. Pingback : Empreendedorismo Social na ExpoIND Bahia | Nossa Ilhéus

  2. Pingback : Espírito olímpico inspira fundadora do INI, condutora da Tocha Olímpica em Ilhéus | Nossa Ilhéus

Leave a Reply